Testemunho

Leia toda a experiência...

Desde os meus 25 anos de idade que comecei a ter queda de cabelo. Durante 8 anos o meu couro cabeludo foi ficando cada vez mais exposto e fui-me “habituando à ideia”. Foi por volta dos 37 que comecei a pensar em fazer um transplante capilar! Até então fui experimentando vitaminas e suplementos mas sempre sem resultados!

Comecei a procurar por clínicas mas todas elas praticam preços exorbitantes e, esperando que os preços fossem menores com o tempo a ideia de fazer o transplante era cada vez mais remota!

No final de 2016 descobri numa conversa informal que na Turquia os transplantes capilares tinham um preço muito inferior ao praticado em Portugal! Fiquei logo entusiasmado com a ideia mas sempre com algum receio, porque viajar para fora do país para fazer uma cirurgia não é uma prática muito comum na nossa cultura!

Comecei a pesquisar na Internet, li centenas de páginas, vi fotos de pacientes que fizeram o transplante… o antes e o depois! Vi vídeos de como era uma cirurgia, li relatos em fóruns da especialidade e troquei informações com pacientes que se deslocaram do seu país (desde Reino Unido, Brasil, EUA e Canadá) até à Turquia naquilo que se designa por Turismo Sanitário.

Nesta pesquisa descobri que aqui ao lado em Espanha, deslocam-se por ano até à Turquia cerca de 10.000 de pacientes para efetuarem um transplante capilar!

http://www.elmundo.es/cronica/2016/02/14/56bf330246163f1e368b45f5.html

Os preços são realmente excecionais! Um pacote básico que inclui 2 noites de alojamento, transferes entre aeroporto-hotel-clínica e vice-versa, o transplante capilar (método FUE), um tratamento PRP e medicação para o pós-operatório… tudo por cerca de 2.000€!!!

Aqui os transplantes capilares são 3 a 4 vezes mais caros…

Depois de analisar os prós e contras decidi viajar até à Turquia para realizar o transplante (Abril/2017)! Na minha pesquisa reuni cerca de 4 clínicas (só em Istambul existem mais de 100!) e contatei cada uma delas através de email e telefone… optei pela que me deu mais confiança – a clínica do Dr. Emrah Cinik. Para além do médico ser credenciado pela ISHRS a clínica está localizada no interior de um hospital privado! Muitas das clínicas não tem médico e os transplantes são realizados por técnicos…

Programei uma viagem de 4 dias. Já que ia a Istambul queria aproveitar para conhecer a cidade… marquei a cirurgia para 2ª feira e fui no Sábado, programando o Domingo para conhecer a cidade e vinha na 4ª feira… para a realização do transplante são necessários no mínimo 2 dias, o da cirurgia e o seguinte onde vamos a uma consulta de pós-operatório e onde nos explicam os cuidados a ter nos primeiros dias e aprendemos a lavar a cabeça.

A estadia foi de 4 noites no hotel de 5* Grand Cevahir Hotel que fica a 200 metros do Kolan International Hospital onde fica inserida a clínica.

Sempre pensei que nos dias seguintes à cirurgia seria para recuperar e estaria fechado no hotel, mas depois da consulta de pós-operatório foi-me colocada uma banda na cabeça – devido à pressão sanguínea para prevenir o inchaço – e um chapéu e, ao contrário das minhas expetativas e com a permissão do médico fui novamente descobrir a cidade – 10 horas depois de realizar o transplante!!!

A cidade é magnífica e, apesar das notícias que nos chegam de instabilidade política e atentados terroristas nunca senti medo ou receio. A mistura da Europa e Ásia vê-se por toda a cidade. Estamos a passear por esta cidade tão moderna e de repente somos surpreendidos pelos sons lançados por todas as Mesquitas da cidade para que os Muçulmanos pratiquem o seu ritual religioso.

No dia do transplante um funcionário foi buscar-nos ao hotel cerca das 8h da manhã… já tinha tomado o pequeno-almoço e estava pronto para o ponto alto da minha viagem.

Chegando à clinica conheci pessoalmente o Dr. Cinik – já tínhamos falado por telefone na véspera da minha partida. É uma pessoa bastante amigável e sorridente o que me pôs logo à vontade e aquele nervoso miudinho que sentia de repente esvaneceu-se!

Começou por ver o meu couro cabeludo desenhando as áreas de onde seriam extraídos e implantados os cabelos. Depois explicou-me como seria a cirurgia e quantos folículos seriam implantados para cobrir o máximo de área possível. Subimos para o 10º andar do hospital – onde fica a clinica. Quando cheguei um enfermeiro rapou-me o cabelo e, prontamente nos deslocamos para uma das 5 salas onde se realizam os transplantes – nesse dia todas as salas estavam ocupadas!

Seguiu-se a parte mais chata – a anestesia. Já tinha lido que era a parte mais dolorosa de todo o processo e comprovou-se… fez-me lembrar as idas ao dentista. A anestesia é semelhante à usada nos dentistas, incomoda e dói um bocado no início mas depois não sentimos dor nenhuma.

A cirurgia demorou cerca de 8 horas com algumas pausas pelo meio para esticar as pernas e tomar uma pequena refeição. Uma equipa de 2 técnicos trabalham em simultâneo retirando e implantando folículos – o que torna possível implantar cerca de 4000 folículos numa só cirurgia. A parte principal do procedimento é feita pelo próprio médico (ao contrário de outras clínicas), a abertura de canais na zona a implantar.

No final da cirurgia fui levado para o hotel onde jantei e, exausto pelo tempo da cirurgia adormeci sem qualquer tipo de dor, apesar de me terem dado medicação para as dores não tomei nenhuma e dormi tranquilamente.

No dia seguinte nova ida à clínica onde o médico examinou o resultado e explicou-me como seriam os dias seguintes à cirurgia garantindo-me que teria bons resultados. Neste processo o cabelo implantado pode cair durante os primeiros 3 meses, voltando a crescer normalmente até que num ano se possa ver o resultado final.

Fizeram-me a primeira lavagem com produtos próprios (incluídos no preço) e explicaram-me que teria que a fazer seguindo os procedimentos explicados. No final propuseram-me comprar um pack de shampoo e vitaminas para 6 meses por 200€, aceitei a oferta depois duma rápida pesquisa na Internet verifiquei que o preço compensava…

Despedi-me da equipa médica – ficando de enviar fotos por email de modo a que o médico faça um seguimento dos resultados – e fui levado para o hotel. Ainda aproveitei a cidade nesse dia e no dia seguinte de manhã sem qualquer tipo de constrangimento ou dor.

Para já os resultados são animadores e estou com grandes expetativas que os resultados sejam cada vez mais visíveis.

A decisão que tomei se fosse hoje tomava novamente… sem hesitar!

Saiba o que os outros dizem

  • Fiz o meu transplante com o Dr. Cinik e correu tudo muito bem! A cidade é absolutamente fantástica e o hotel é magnifico... Estou ansioso para ver os resultados
    Pedro Silva
  • Depois de pesquisar bastante optei pela HairCare para tratar do meu transplante. Tudo correu como combinado e os resultados estão a aparecer. Obrigado pela oportunidade! Infelizmente em Portugal os preços são demasiado elevados...
    Sandro Pereira
  • Confiei na HairCare para organizar a minha ida à Turquia para realizar o transplante. Está agendado para Julho e vou aproveitar para conhecer Istambul
    João Luis Guedes
  • Fiz o meu transplante em final de Junho e estou bastante optimista com os resultados! Tudo correu bem, desde viagem, estadia e procedimento. Aconselho.
    Paulo Silva